domingo, 24 de junho de 2012

São João, o Santo do Amor!


Hoje é dia 24 de junho, dia de São João!

Até hoje não entendo porque as moças fazem promessa para o outro santo, quando querem se casar… 

Pelo que sei, é São João quem entende de amor!

De santo mesmo, não posso dizer nada… não fui criada na Igreja Católica! Tinha inveja das minhas amigas pois a missa delas era mais curta que a minha igreja e sobrava mais tempo para brincar. Mas, em compensação, achava a Escola Dominical mais divertida que as missas, que no meu tempo de criança, pelo que sei, ainda eram rezadas em latim. Mas hoje, ainda bem, os tempos mudaram e as igrejas também!

Sempre gostei de ler a Bíblia e de ler as suas histórias, desde o tempo em que me entendo por gente! Desde o Antigo ao Novo Testamento. Não tem livro de saga melhor!

Na adolescência, lia romance, poesia e sonhava  com os Cânticos de Salomão! Quando me separei, me jogaram pedras, e eu me abriguei atrás de Jesus! Na maturidade, busquei sabedoria em Eclesiastes e por toda a minha vida li os Salmos na minha dor!

Mas hoje, dia de São João, o Santo que, para mim, é o Santo do Amor, quero lembrar de uma história que o tal santo contou, que é, para mim,  a melhor historia de Amor!

Havia uma mulher que foi tirar água num poço, pois naquele tempo não tinha essas comodidades que temos hoje. Quem queria água tinha que ir no poço buscar e ainda dava graças a Deus de ter poço e ter água no poço e ter com que tirar água do poço. Chegando lá viu um homem sentado que lhe pediu água. Ela ficou admirada, pois era de Samaria e ainda mulher… duas categorias desprezadas por aquela região. Ela não estava acostumada com aquilo. Ela era uma excluida da sociedade e foi tratada de forma igualitária. O tal homem,  o próprio Messias que estava sendo aguardado, se revelou. Não só se revelou, mas revelou fatos da vida dela: que já tinha tido vários relacionamentos e parece que não tinha muita sorte no amor! Nada diferente do que muitas mulheres vivem hoje em dia, mas naquele tempo isso era um escândalo! 

Eu fico imaginando, lendo a descrição da cena, contextualizando no tempo histórico, como aquela mulher era tratada por todos os homens. Ela devia ser vista como objeto, desrespeitada… Jesus a tratou com respeito! Foi um ato de Amor!

Aquela mulher que entregava seu corpo, carente de amor, recebe o Amor maior, de Graça! 

Tem história de amor mais linda do que essa?

Aquela mulher saiu correndo, contando a todo mundo que tinha encontrado o Messias! Fico imaginando a cena: A alegria daquela mulher! A cura da sua ferida emocional! 

Pela primeira vez, tratada com dignidade, com carinho, com Amor! 

O Verdadeiro Amor de Deus, que nos recebe e nos acolhe, como somos, sem pedir nada em troca… apenas que aceitemos o sEu Amor!

Tenham um bom dia de Amor!

sexta-feira, 22 de junho de 2012

MEU NOVO AMOR!

Foi só mudar a foto do Face, e já vieram novas cobranças, sobre o meu estado civil…

Incrível, como as pessoas não conseguem acostumar-se com as opções diferentes. Mesmo com a minha idade, ainda querem me arranjar casamento!

Mas quem me conhece na intimidade, sabe que de fato, não passo minhas noites sozinha. Vou abrir o jogo e revelar a verdade: sempre tenho um companheiro. Sou discreta porque essas relações não duram mais do que uns três anos. Nem revelo os seus nomes. Para todos uso o mesmo apelido: Dom Quixote!

Recentemente troquei de companheiro. E, confesso, ando meio apaixonada…

Ele é magro, ágil, me atende em tudo o que preciso. Num minuto, está "pronto".

Já estava de paquera há algum tempo… mas, ainda presa ao antigo, fiel companheiro por um bom tempo, tinha pena de abandona-lo! O velho… coitado! Já andava falhando e me deixando na mão quando eu mais precisava. Além, é claro, de ser pesadão e nem sempre poder me acompanhar nos meus compromissos sociais. Quando eu menos esperava ele cochilava…

Mas no último final de semana, o velho pifou! Perdi a paciência, não resisti e fui atrás do meu novo amor!

Não via a hora de colocar nele as minhas mãos… E graças a essa atitude estou, nesta madrugada insone,  acompanhada,  escrevendo essa crônica, do meu novo Macbook Air, meu novo Dom Quixote de La Mancha! Meu Cavaleiro Andante, que me leva às nuvens e a viajar pelo mundo da internet. Leva-me a visitar amigos por esse mundo afora,  a realizar os sonhos meus e seus... já que os dele, ficaram nos livros de Cervantes… e na fantasia de todos nós!

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Programa caseiro - Revista do Correio - Correio Braziliense

Programa caseiro - Revista do Correio - Correio Braziliense


Programa caseiroA chegada do friozinho é um convite para cozinhar em casa. Para não perder o prazer de se aventurar no fogão, que tal receitas fáceis e práticas?

Publicação: 17/06/2012 08:00 Atualização: 15/06/2012 12:30
O frio convida ao abraço, seja ele da pessoa que você ame ou de um edredom macio ao ponto de imitá-la. Por isso, a coluna dessa semana não encontrou apenas um, mas três chefs que resolveram nos mostrar receitas para quem quer aproveitar o inverno em casa. São pratos que vão do leve ao sofisticado, todos fáceis de fazer.
 (Carlos Vieira/CB/D.A.Press)

 (Carlos Vieira/CB/D.A.Press)
Ingredientes
250g de lentilhas
1 cebola grande (150g)
100 gramas de massa Ave Maria
100 ml (duas colheres de sopa) de azeite de oliva
Sal a gosto
Modo de fazer
— Escolha a lentilha, lave e cozinhe em 2 litros de água até ficar bem macia (pode ser na panela de pressão). A lentilha deve ficar desmanchando para engrossar o caldo.
— Enquanto a lentilha está cozinhando, pique a cebola, bem miúda. Aqueça o azeite e doure a cebola. É importante que ela fique dourada, nem cozida, nem queimada, pois esse ponto é que vai dar o gostinho especial da sopa.
— Acrescente a cebola dourada às lentilhas cozidas, acrescente a massa, acerte o sal e a quantidade de água e, quando começar a ferver, deixe cozinhar pelo tempo indicado na embalagem da massa (depende da marca).
— Sirva em seguida, acrescentando mais cebola dourada, ou outros temperos, se preferir.
Rendimento: 1 porção
Tempo de preparo: De acordo com o tempo de cozimento da massa
Serviço:
CLSW 300B, bloco 3, loja 21 Sudoeste
De segunda a sábado, das 7h às 23h.
Domingos, das 8h às 22h.

terça-feira, 12 de junho de 2012

O AMOR ESTÁ NO AR...

Hoje o amor está no ar, nos olhares, nos suspiros nos corações!

As casas que vendem flores, chocolates, perfumes e lingeries, com filas e promoções! Os salões de beleza com as agendas programadas, ou lotadas! À noite será a vez dos restaurantes, cafés romanticos e dos motéis!

Quem tem alguém, quer se aprontar, quer sair, presentear e namorar!

Mas há pessoas que vivem só! Umas ficam tristes nestas datas, outras não estão nem aí!!!

Mas o meu recado hoje, dia em que se comemora o amor, é para você que, feliz ou infeliz, está só!Você que já pode ter tido alguém, ou nunca ter tido ninguém!

Quero falar com você hoje, pois hoje é o dia do AMOR!

Não é preciso ter namorado, namorada, marido, esposa, ficante, ou amante...

AMOR não tem haver com o outro! Amor, tem a ver com a gente mesmo!

Por isso, comemore hoje o dia do Amor!

Arrume-se, perfume-se, mande flores, marque sua hora no massagista, vá ao seu restaurante preferido, assista o filme que preferir!

Faça tudo isso para agradar a  pessoa que mais merece o seu amor! VOCÊ!

Nunca esqueça a lição do grande Mestre: "Amaras o seu próximo como a si mesmo".... Nunca ame ninguém mais do que você se ama! Nunca faça pelo outro mais do que você deve fazer por si mesma/o. Nossa primeira e maior responsabilidade é conosco mesmo! Nos amando e cuidando de nós mesmos, procurando ser felizes, vamos alegrar e fazer bem às pessoas que estão ao nosso redor! Com certeza seremos amados por todos! Muito melhor do que ser amado por somente um!

Não se envergonhe de ser só, sair só, fazer seus programas preferidos, mesmo sem ter companhia de outra pessoa!

A melhor companhia, você tem ao seu alcance, que é a do Criador, que nos ama como somos, sem cobranças, sem mentiras, sem traições!

Portanto, comemore!

HOJE É O DIA DO AMOR!

domingo, 10 de junho de 2012

FÉ MENINA

Não sei porque os púlpitos são ocupados em sua maioria por homens!

Quando entro nas igrejas, quem mais vejo são mulheres.

Minha herança de fé é bem feminina. É uma  "FÉ menina"!

Primeiro veio pela minha vó Zahia. Ela veio da Síria porque era cristã. Foi na primeira leva dos imigrantes perseguidos pelo islamismo.

Vó Zahia era uma mulher de fé e de fibra. Acordava cedo, enrolava os charutos, deixava cozinhando no fogão a lenha e saia escondida para a igreja levando os filhos pequenos. Convivi pouco e quando era bem nova com ela, mas sua imagem ficou bem marcada. Lembro de sua Bíblia em árabe que ficou em nossa casa e que um dia a ditadura militar levou...

A vó Maria, conheceu a igreja, através de sua filha, minha tia Ondina (outra mulher), que fazia questão de levar todos os irmãos menores para a casa do Senhor! Vó Maria era crocheteira. Suas hábeis mãos, teciam tramas e redes. Finíssimas linhas se entrelaçavam formando belíssimas peças para presentear as filhas, noras e todas as pessoas que amava. Ia tecendo o crochet e tecia as vidas que se entrelaçavam em volta da sua mesa sempre deliciosa e farta.

Depois veio a minha mãe, que enfrentou a invasão da ditadura em seu lar com a frase: "Aqui vocês só vão encontrar muita fé em Deus! Fazia questão de nos levar à Igreja!"

E eu, que tive o privilégio de nascer abençoada por duas avós, desde menina gosto das coisas de Deus, das coisas do meu Pai, o Criador!

Desde criança, sempre gostei muito de ler a Bíblia e fiquei muito feliz, quando aos 18 anos, tive a oportunidade de ter o meu primeiro emprego na Sociedade Bíblica do Brasil, uma grande organização, que completa hoje 64 anos e que tem como missão Semear a Palavra que transforma Vidas!


É na Bíblia que eu me delicio  com as história de mulheres que, mesmo na tentativa de serem silenciadas pelo histórico autoritarismo masculino, influenciaram a História da Humanidade, do Cristianismo e de nossas vidas!


Desde a história, verdeira ou simbólica, que seja, de Eva e Adão, em que ela leva a culpa pela dupla fraqueza dele (de ter sido levado pela sugestão e a de não ter assumido o sua própria responsabilidade), temos um rico material para análise, tanto da ponto de vista histórico, como cultural, sociológico e religioso.


Outra história que gosto é a de Ruth e Noemi. Um verdadeiro manual de sedução e conquista! Noemi era a sogra e Ruth, a viúva do filho de Noemi. Ao contrário da maioria das histórias de competição entre sogras e noras, ali há uma forte aliança, onde a sábia Noemi, articula uma estratégia e orienta Ruth para que ela consiga um bom casamento, já que naquela época, como as mulheres não trabalhavam fora, dependiam financeiramente dos homens.


São muitas as histórias do Antigo Testamento, de mulheres fortes e sábias que conseguiam driblar o autoristarismo do forte patriarcado da antiga cultura judaica. Mas atualmente já é diferente. Fiquei sabendo, por exemplo, que se, na cultura judaica, um homem não satisfizer a mulher na cama é motivo justo para ela pedir o divórcio. Estão mais avançadas do que nós brasileiras... em nossas leis não existe tão claramente esse quesito!!


Mas são nos Evangelhos onde se encontram as melhores histórias de valorização das mulheres. A cada encontro de Jesus com as mulheres Ele fazia questão de deixar bem claro a sua posição e a mensagem de Deus que é igualitária.


A própria genealogia de Jesus já deixa as coisas bem claras: Ele nasceu descendente de Ruth e de uma outra mulher cuja história causa muita polêmica: Bate-Seba, que tinha sido mulher de Urias. Um caso de adultério do Rei Davi. Jesus defendeu e valorizou as mulheres em vários episódios relatados, principalmente as mulheres excluídas, consideradas de moral duvidosa.


Quando leio o Evangelho, fico pensando como Jesus estaria analisando as igrejas hoje. Qual seria sua postura em relação aos nossos atuais costumes, com tanta gente vivendo de forma diferente das tradicionais?



Eu, nesses assuntos, não tenho autoridade para opinar. Não sou teóloga, nem entendida...


Tenho apenas uma Fé menina...

terça-feira, 5 de junho de 2012

GERENCIANDO O TEMPO - APRENDENDO A DIZER "NÃO"

Queridas amigas e amigos,

Aqui vai mais uma dica para aprender a gerenciar o tempo, essa preciosidade, que está cada vez mais rara hoje em dia!

Aprender a dizer uma palavrinha tão simples, mas tão difícil de dizer: "NÃO"!

É sempre assim: estamos sempre com muitas coisas para fazer e o outro chega de mansinho,  vai pedindo com aquele jeitinho e não sabemos como negar. E ai... caímos na armadilha! Aceitamos a incubência de fazer algo que, já de antemão, sabemos que não teríamos tempo para fazer. E, certamente, teremos que sacrificar o nosso tempo de lazer, o tempo com nossa família, com nossos amigos, o nosso tempo de descanso, o nosso tempo de meditação,  o nosso tempo com Deus!

Porque essa dificuldade de dizer um singelo NÃO???

As causas são muito diversas, mas, a mais comum que podemos citar, sem medo de errar, é a necessidade de aceitação. Pessoas que necessitam  serem aceitas pelos outros tendem a ter mais dificuldade de dizer NÂO!

É como se elas temessem perder o amor do outro. E de fato correm esse risco. Mas, se o amor do outro for verdadeiro, certamente ele entenderá que a negativa foi por uma causa justa. Amigo de verdade entende as razões do outro. Mas se for "amigo" só por interesse, a hora que você não puder atende-lo, ele vai virar as costas para você. E aí eu pergunto:  será que vale a pena manter esse tipo de "amigo"?

São algumas reflexões para o dia de hoje. Que possamos refletir sobre  o assunto. Até que ponto eu estou me deixando levar pelas expectativas dos outros, sem levar em consideração as minhas próprias necessidades, meu próprio tempo, meus proprios projetos? Fica para você pensar...

Meu afetuosos abraço,
Dulcinéa

GERENCIANDO O TEMPO - TECNOLOGIA A NOSSO FAVOR

Queridas amigas e amigos,
Nesses tempos de rápidas mudanças e tantas inovações tecnológicas, temos observados alguns fenômenos que têm se transformado em verdadeiras síndromes.
Não vou me deter nas que atingem os adolescentes, mas naquelas que tenho observado nos próprios adultos, que é o meu público.
Observo que há três tipos de comportamentos em relação à tecnologia:
- aqueles que se negam a utilizar a tecnologia. Ou por que não conseguem acompanhar pelos altos custos, ou porque teimam em querer dizer que são "das antigas", ou porque acham que tudo isso é muito complicado;
- aqueles que acompanham, de forma consumista. Querem ter sempre os últimos modelos de smartphones, tablets, mas fazem uso apenas para jogos, usam as redes sociais apenas para passar o tempo etc;
- aqueles que acompanham as rápidas mudanças, absorvem e estão utilizando adequadamente para o seu trabalho, para contactar amigos e para gerenciar o seu tempo;

Aqui vai o meu recado para cada um dos três perfis:

Para os primeiros: - Usar tecnologia, não é tão difícil como parece... aceitar novos desafios, estimula nosso cérebro, o que é muito importante depois de um certa idade. Não podemos nos acomodar. Nem o corpo, nem a mente. Afinal, a medicina não está nos deixando ir embora tão cedo. E se é para viver muito, que vivamos bem! Quantos aos custos, não precisa seguir tanto a onda. Como estão sempre lançando modelos novos, há boas ofertas de aparelhos ainda bem atualizados. Procure algum curso para iniciar seu conhecimento. Todo universo novo assusta um pouco no início, mas depois que você conhecer essa nova linguagem, vai verificar o quanto é bom estar conectado com o mundo.

Para os segundos: Tecnologia é uma "faca de dois gumes"! Redes sociais, podem aproximar você das pessoas que moram longe e que você não tem como encontrar sempre, mas cuidado! "Nada em excesso"! Pode afastar das pessoas que estão mais perto de você! Não utilize a internet e as redes sociais, como um refúgio para evitar os conflitos com as pessoas que estão ao seu redor. A melhor convivência, a mais gostosa, é aquela em que a gente pode sentar, conversar, "cara a cara", "olho no olho", pode se abraçar! É muito chato conversar com uma pessoa, que ao invés de olhar para você, está com os olhos no celular jogando...

Para os terceiros: É isso aí! Vamos utilizar a tecnologia a nosso favor! Tirar bom proveito para economizar o nosso tempo e poder aproveitá-lo melhor. Assim, teremos mais tempo para o lazer, para a família, para conversar pessoalmente com nossos amigos e família!

Tenham um bom dia, com essas reflexões sobre relações humanas,  que posso fazer, através da tecnologia, de minha casa, assim que acordei, gastei menos de meia hora e minhas amigas e amigos, clientes e ex-clientes poderão receber esse recado daqui a pouquinho!!!

Meu afetuoso abraço de longe a todos, já que não posso abraçá-los de perto agora!
Dulcinéa

segunda-feira, 4 de junho de 2012

QUANTA COISA!!! POUCO TEMPO?

Querida amigas e amigos,

A Eleni, ao ver quanta coisa que ando fazendo ficou até admirada... como consigo?
há algumas dicas básicas. Tive a idéia de ir escrevendo sobre elas.
A primeira e muito importante, é:

SIMPLIFICAR O ESTILO DE VIDA!
Qual é o estilo de vida melhor para mim? Qual é o melhor carro? Qual é o melhor local para se morar? Qual é a melhor escola para os meus filhos? Qual é a melhor academia para eu frequentar? Ou até mesmo, qual o melhor exercício físico para mim? Qual o melhor trabalho ou emprego?

São perguntas que precisamos fazer, antes de tomar essas decisões, pois elas vão influenciar nossa vida, nosso tempo, nossa saúde, nosso tempo com nossa família e com nossos amigos!

Precisamos analisar, antes de tomar essas decisões! O que realmente é importante para nós?

O melhor estilo de vida é o que me dá menos trabalho!

É muito gostoso morar numa casa bonita, ou num apartamento enorme... mas qual o preço em termos do meu tempo, que eu vou pagar?

É muito tentador ter o melhor carro e as bolsas e roupas de grife, mas quanto do meu tempo eu vou precisar gastar a mais para trabalhar para ter essas coisas?

A melhor escola para os meus filhos pode ser a mais perto de casa, deixando que eles tenham tempo para brincar e estudar mais, sem stress no trânsito, por exemplo.

E por aí vai a nossa reflexão...

O essencial, é centrar-se em nossas necessidades pessoais, e não naquilo que a sociedade diz que é moda, ou que as pessoas dizem o que deveria ser melhor para nós!

Com isso, vamos descobrindo, que ganhamos mais tempo, ou melhor, deixamos de desperdiçar o tempo, com deslocamentos desnecessários, trabalhos desnecessários.

Essa é apenas uma das dicas...

Há outras, das quais vou falar nas próximas postagens:
- usando a tecnologia a nosso favor
- aprendendo a dizer não
- organizando o tempo e o ambiente
- aprendendo a delegar
-  e por aí vai...

Meu abraço,
Tenham um bom dia, com essa reflexões...